A Mulher Maravilha e o viés feminino. Capítulo 2

O Empoderamento das Mulheres.

O filme “Mulher Maravilha” é um sintoma dos vieses femininos. A mulher maravilha vive numa ilha fora da realidade com superpoderes que ela mesma desconhece. É protegida por sua mãe, a dona de suas crenças. Assexuada ela vive feliz longe dos homens até o dia que encontra um deles é aí seu libido a tira do controle: é o beijo na bela adormecida. Ela abandona a zona de conforto e sai para o mundo real. Mas não percebe que ao acordar foi captada por outro sonho – outro viés- feminino. Agora é seu instinto maternal que percebe o mal do mundo e sozinha sai para combatê-lo, o mal. Mas para que, libertar as mulhere? Não, salvar os homens. Hoje ela já é uma executiva bem sucedida, mas continua uma heroína solitária.

O desafio da mulher para mudar seu papel biológico-social é imenso. E dai vem a "mulher maravilha". O filme retrata a luta entre o bem e o mal, da mulher contra o homem, da evolução contra o instinto, da mulher contra si mesma. Uma luta que começa individual, muitas vezes de forma errada transforma

mulheres em falsos-homens. Mas se atualiza frente a novos tempos e vai granjeando adeptos mesmo que a maioria continue em seu sono primitivo profundo de fêmea reprodutora- rainha e protetora do lar. Assim, hoje, já temos um pequeno grupo de heroínas anônimas que se sobrecarregam com a missão de mostrar que é possível mudar para as outras 3,5 bilhões de mulheres.

O filme não acaba aqui. Aguarde por novos capítulos. Quem viver verá!


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square